Roteiro

Trekking para o Acampamento Base de Annapurna

10 dias - 4.130 m

Duração do trajeto: 9 noites / 10 dias

Atividade principal: Trekking e caminhadas

Altitude máxima: 4.130 m

Local de saída / Local de retorno: Katmandu / Katmandu

Hospedagem: Hotel

Tipo de transporte: Veículos privados, transporte público

Refeições: Nepalesa e continental

Roteiro da viagem: Katmandu, Pokhara phedi, Tolka Chhomrong, Dovan, Acampamento Base de Macchapuchre, Acampamento Base de Annapurna e Jinu.

A partir de 

USD 1020

por pessoa
RESERVA: Trekking para o Acampamento Base de Annapurna - 10 dias

RESERVA: Trekking para o Acampamento Base de Annapurna - 10 dias

Itinerário

Dia 1: Chegada em Katmandu 

Dia 2: Katmandu para Pokhara

Dia 3: Pokhara - Phedi - Tolka

Dia 4: Tolka - Chomrong

Dia 5: Chomorong - Dovan

Dia 6: Dovan - Acampamento Base de Macchapuchre 

Dia 7: Acampamento Base de Macchpuchre Base para Acampamento Base de Annapurna. Em seguida, volta para Dovan

Dia 8: Dovan - Jinu Hotspring

Dia 9: Jinu para Pokhara

Dia 10: Volta de Pokhara para Katmandu

 

Resumo da viagem

Como o próprio nome sugere, por esse roteiro vamos até o Acampamento Base de Annapurna. Mas o que o nome não diz é que a trilha que a gente vai fazer é uma das melhores trilhas de trekking do mundo. Annapurna talvez seja o único pico de grande altitude no Nepal com beleza comparada à do famoso Everest. 

 

A vista incrível dos picos cobertos de neve, com as colunas de gelo que vão subindo junto das montanhas, formam uma paisagem que parece perfeita. Essa trilha é clássica, e é tão bonita que é mencionada em muitos livros de aventura escritos por exploradores de várias épocas. 

Além da aventura, a gente aprende muito nessa viagem. Os locais sorridentes, sempre batalhando com a natureza, ensina para a gente e para muitos aventureiros que a felicidade é possível mesmo nos períodos adversos. Eles são muito hospitaleiros em sua essência e fazem a gente experimentar um pouco de seu estilo de vida rural e ter nutritivas trocas humanas.

Itinerário detalhado
Dia 01/
Chegada a Katmandu e um bom descanso

Quando o seu voo aterrissar, você pode ir até a saída do aeroporto. Lá, um de nossos representantes vai te esperar segurando uma placa com seu nome. Ele vai te cumprimentar com um sorriso, uma guirlanda natural e um “namastê” em estilo nepalês tradicional, bem hospitaleiro. Depois, vai te levar até o hotel, onde você pode se ajeitar e descansar.

À noite, você vai conhecer o nosso guia, que vai te dar todos os detalhes da viagem. Você pode tirar todas as dúvidas que tiver com ele sobre a viagem. Fique à vontade para perguntar qualquer coisa.

Dia 03/
Pokhara – Pedhi – Tolka

De Pokhara, nós vamos de jipe até Phedi. A viagem dura mais ou menos 5 horas. Como a maior parte das pessoas sai de Nayapul ou Birethanti, nós não vamos por nenhuma dessas opções porque as trilhas são mais cheias e fica mais difícil ter um espaço para ficar à vontade.

Phedi é um ótimo ponto de partida para caminhar até Annapurna, já que que a paisagem vai dos clássicos campos de arroz até as montanhas, que são deslumbrantes, e te dão bastante tempo para você experimentar a natureza. Além do mais, a gente da região é muito humilde e muito acolhedora com os visitantes, que é outra vantagem de começar a viagem em Phedi.

De lá, a gente segue a estrada até chegar a uma bifurcação. Vamos pegar a trilha que vai para o norte e vamos para Tolka via Pitam Deurali, pelas chamadas trilhas NATT. Chegando lá, a gente tem a primeira vista de montanha no horizonte noroeste, se o dia estiver claro. É só uma amostra do que você vai ver nos outros dias.

Dia 05/
 Chomrong – Dovan

A gente espera que esse dia seja um pouco mais animado, já que vamos nos preparar para entrar nas partes nevadas dos Himalaias. Mas além de curtir as paisagens, você vai precisar fazer uma escalada íngreme em vários pontos, que pode incomodar um pouco. Mas diz o ditado que as coisas que a gente consegue sem esforço não têm tanta graça...

Saindo de Chhomrong, as primeiras horas de caminhada são por uma via íngreme, que vai a Sinuwa por Bhanuwa. Sinuwa tem alguns hotéis onde dá para ficar. Olhando de lá, dá para ver o vilarejo de Chhomrong e o vale Modi Khola entre as montanhas. Um pouco mais para cima, dá para avistar também o vilarejo de Dovan, que parece empoleirado na costa da montanha.

De Sinuwa, vamos diretamente a Bamboo pela floresta de pés de bambu, que é bem densa. Mas dá para ouvir os pássaros cantando e ver borboletas de várias cores, o que alivia as expectativas.

De Bamboo, vamos passar por uma região de avalanches até Dovan, onde a gente passa a noite.

Dia 07/
Macchapuchre para  Annapurna e de volta a Dovan

A gente leva mais ou menos duas horas para ir do Acampamento Base de Annapurna ao Acampamento Base de Macchapuchre. Chegando lá, as montanhas são todas suas. As alturas irregulares das montanhas dão a impressão de que elas estão brigando umas contra as outras há anos para ver quem é a mais alta.

Durante o dia, a vista fica coberta por uma névoa densa. Mas se você chegar lá na hora certa, vai conseguir aproveitar super bem a vista das montanhas. É bom planejar um dia a mais no Acampamento Base de Annapurna para o caso de o clima estar ruim.

Depois de aproveitar as vistas, vamos descer de volta a Dovan para passar a noite lá.

Dia 09/
Jinu a Pokhara

Vamos de jipe até Pokhara e, se der tempo, também vamos explorar o lago Phewa, a caverna Mahendra, a catarata Davis. Dá até para tentar andar de parapente em Pokhara.

Dia 02/
Katmandu e Pokhara

Pokhara fica a 205 quilômetros de Katmandu. Você pode pegar um ônibus turístico, um transporte particular ou um voo até lá.

Como a viagem rodoviária é meio longa (6 a 7 horas), pode ser que você escolha a viagem de avião, que dura só 45 minutos, se quiser ganhar tempo. Aí você não tem o incômodo de dirigir ou ficar na estrada muito tempo.

Por outro lado, a viagem por terra passa por uns levará você por uns pontos incríveis, pelas serras, que você não vai ver no pacote aéreo.

Como sempre, as duas opções têm suas vantagens e desvantagens, então a escolha do melhor meio de transporte para você depende das suas prioridades. Conte com a gente para te ajudar a escolher melhor.

Dia 04/
Tolka – Chhomrong

De manhã cedinho a gente toma o café da manhã, pega as mochilas e começa o trekking até Chhomrong. Antes, a gente passa por Landruk, onde a trilha se divide em duas.

A da esquerda vai até o vilarejo de Ghandruk, uma sociedade Gurung, de onde vamos descer até Modi Khola e de lá subir de novo umas centenas de metros. É bastante cansativo.

Se for demais para você, dá para ir diretamente a Modi Khola em New Bridge, onde a trilha vai até Jhinu Danda. De lá, também dá para fazer uma viagem opcional até as Águas Termais de Jhinu: dizem que essas águas têm um poder de cura sobrenatural, que é o que também dizem de outras termas no Nepal.

De Jhinu Danda, a escadaria de pedras que é muito íngreme vai até Chhomrong, de onde você vai ter uma vista clara do panorama das montanhas do oeste, que é maravilhoso. Chegando a Chhomrong, vamos te levar até o check-in do hotel. Lá, a gente se prepara para o segundo dia de subida.

Dia 06/
Dovan – Acampamento Base de Macchapuchre

Em Dovan, a parte arriscada da trilha já fica para trás. Nós vamos até Deurali pelas florestas dos Himalaias até chega, finalmente, ao Acampamento Base de Macchapuchre.

Nesse ponto, as florestas são silenciosas e ficam bem longe do agito das cidades. A única coisa que a gente ouve é o vento. Existe uma rocha suspensa imensa no caminho para Deurali, onde a gente tem as melhores vistas da região de Annapurna, que é cheia de lendas. Vale a pena passar um tempinho lá. Antigamente, esse lugar era a parada onde os carregadores e mercadores passavam a noite, já que havia poucas hospedarias e casas de chá para ficar.

De Deurali, vamos para o Acampamento Base Machhapuchre, que é onde a gente passa a noite. É um lugar que não parece muito um acampamento base, mas é bom passar a noite lá para diminuir a chance de ser afetado pela altitude. É um tipo de parada de aclimatação.

Dia 08/
Dovan – Águas Termais de Jinu

De Dovan, vamos pela mesma trilha em que passamos para chegar às Águas Termais de Jinu. Vale a pena mergulhar na Fonte Termal para relaxar o corpo. De lá, a gente vai

até Jhinu Danda para passar a noite.

Dia 10/
Pokhara – Katmandu

Finalmente chegou o dia de voltar a Katmandu. 

Os valores incluem
  • Alimentação durante as caminhadas (café da manhã, almoço e jantar)
    Transporte (transfer de e para o aeroporto)

  • Hospedagem para o período (17 noites)
    Guias (alimentação, salário e seguro)
    Passagens aéreas (Katmandu-Lukla-Katmandu)

  • Licenças e cartão do Sistemas de Gestão de Informação dos Trekkers – TIMS (sigla em inglês para Trekkers’ Information Management Systems)

Não estão incluídos
  • Contas de bar ou qualquer tipo de bebida alcoólica

  • Despesas pessoais

  • Gorjetas para os carregadores

  • Duchas quentes e carregamento de celular

Roteiros Semelhantes
around-everest.jpg
Trekking para o Acampamento Base do Everest

10 dias

As vistas mais espetaculares da montanha incluem o Monte Everest, Monte AmaDablam, Monte Thamserku, Monte Makalu, Monte Lhotse e muitos outros. 

passtrek.jpg
Trekking para o Acampamento Base do Everest - Cho La

14 dias

O voo que sai de Lukla e o voo de volta são emocionantes, com paisagens lindas. Você vai conhecer Mserku, Monte Makalu, Monte Lhotse e muitos outros lugares.

Trekking da Cordilheira de Khopra

7 dias

O trekking da Cordilheira de Khopra, no sul da região de Annapurna, é um dos trekkings mais preservados no Nepal.

circuitannapurna.jpg
Trekking para o Circuito de Annapurna

18 dias

Vamos te levar para explorar Annapurna de um jeito que Sir Edmund Hillary, o primeiro alpinista do Everest, nunca conseguiu.